Moeda  Valor
DólarR$ 3,30
EuroR$ 3,87

Foco do Aedes Aegyti alerta para cuidados na região

Dez larvas foram identificadas pelo Laboratório de Entomologia da Gerência de Saúde da ADR Videira.

O Laboratório de Entomologia da Gerência de Saúde da Agência Regional de Videira – ADR, identificou larvas e realizou a notificação dos primeiro foco do mosquito Aedes Aegypti do início da primeira, na regional, localizada no Bairro Industrial de Caçador. Foram dez larvas coletadas e examinadas e as dez confirmadas se tratarem de larvas do mosquito.

Para a gerente de saúde, Fabiana Moraes, o Laboratório de Entomologia, recentemente aberto na regional contribui para a celeridade desse processo. Segundo ela, antes a verificação era feita em Joaçaba, tornando o processo mais moroso. Segundo a coordenadora do programa de combate à dengue, Bruna Rodrigues, a identificação de larvas é um sinal para redobrar a atenção “Estamos entrando nos períodos mais quentes do ano e temos que redobrar a nossa atenção para evitar a proliferação desse mosquito. Nossa equipe está preparada, porém precisamos do engajamento da comunidade” afirmou Bruna.

As larvas foram coletadas em armadilhas disponibilizadas no Bairro Industrial de Caçador. O agente de campo, em sua rotina semanal, coletou dez larvas em uma das armadilhas e levou o mesmo para o Laboratório de Entomologia da Gerência de Saúde. No local, a bióloga Luciéli Zago, procedeu com a avaliação e constatou se tratar de larvas do Aedes Aegypti.

Com essa identificação e o sistema de acompanhamento do Estado alimentado, os agentes de epidemiologia do município passam a investigar novos casos em um raio de 300m2 da onde a larva foi localizada. Com essa varredura o objetivo é identificar novos casos, bem como, evitar a proliferação do mosquito.

Segundo a bióloga, a infestação do mosquito Aedes Aegypti é sempre mais intensa no verão, em função da elevação da temperatura e da intensificação de chuvas – fatores que propiciam a reprodução do mosquito. “É preciso desenvolver medidas permanentes para o controle do mosquito, durante todo o ano, a partir de ações preventivas que objetivem a eliminação de focos do vetor. Essa ação depende sobretudo do empenho da população. Nós, agentes de saúde estamos orientados, capacitados e prontos para atuar, porém precisamos de todos” finalizou.


Fonte: Josiane Zago - Agência de Desenvolvimento Regional de Videira



Foco do Aedes Aegyti alerta para cuidados na região
Bióloga Lucieli mostra as larvas coletadas em Caçador e constatadas como do mosquito Aedes Aegyti

Fonte Imagem: Josiane Zago - ADR Videira


Salto News - Todos os direitos reservados - 2017.